Browse By

Um quarto forrado a bandas magnéticas

Já se passou mais de uma década desde que o meu pai e eu fomos ao banco. Depois de uma agradável conversa sobre depósitos periódicos de quantias inocentes, abrimos uma conta poupança com o meu nome  Hoje tenho sete contas bancárias. Sete.  Não sou rico

Sobre tampos

Na Torre Sul, estive à procura duma cabina de casa-de-banho em que não precisasse de fazer um agachamento de quinze minutos para fazer cocó. Quinze minutos parece excessivo, mas como a cada ano que passa incrementa-se um minuto no ritual, temo que qualquer dia tenha

https://www.facebook.com/ostruques/

Entrevista ao “Truques da Imprensa Portuguesa”

No seguimento do artigo sobre o jornalismo na nova era, convidámos as pessoas responsáveis pela página “Truques da Imprensa Portuguesa” para uma entrevista sobre as suas perspectivas relativamente aos desafios da imprensa e, como não podia deixar de ser, abordámos também o projecto que têm

A morte é injusta

A morte é injusta. Por vezes avisa à chegada, até com avanço, por outras nem ao próprio avisa. A morte é injusta, diz-se, porque ninguém merece morrer de tal forma. Diz-se que é injusto morrer apesar de ser para aquilo que todos nós caminhamos: é